Autores

Cláudia Lemes

Ficcionista de romance policial, Cláudia Lemes é uma das mais conceituadas autoras nacionais da atualidade. Autora de Eu vejo Kate 1 e 2, Inferno no Ártico e Um Martíni com o Diabo, e co-autora de Cartas no corredor da morte pela Monomito Editorial. Além disso escreveu de Santa Adrenalina obra de não ficção voltada para escritores.

Ver Mais

Soraya Abuchaim

Soraya Abuchaim começou a escrever contos de forma despretensiosa em seu blog literário Meu Meio Devaneio e, de uma ideia simples, surgiu seu primeiro livro, um thriller chamado Até eu te possuir. Hoje, ela trabalha em outros projetos literários, incluindo contos de terror na Amazon, podcasts e participação em diversas antologias de suspense terror. Seu segundo livro se chama A Vila dos Pecados (editora Coerência). Em 2018 lançou Ferrão De Escorpião (Monomito Editorial) uma coletânea de contos de terror cujo tema central é vingança. Em 2019 a novidade lançou Pelo Sangue que nos Une (Editora Cabana Vermelha).

Ver Mais

Toni Moraes

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Ver Mais

Paula Febbe

O primeiro livro de Paula Febbe foi lançado em 2011, Relato Inspirado por Orelhas foi aceito como parte do acervo oficial da biblioteca da Universidade de Sorbonne, em Paris. Em 2012, a escritora lançou três livros em formato e-books: Ears (versão em inglês de Relato Inspirado Por Orelhas), Não e a peça Sarau Inconsciente de um Alter Ego Esquizofrênico. Mesmo ano em que Paula Febbe firmou contrato com a Editora Descaminhos. Em 2013, a parceria entre Paula Febbe a Editora Descaminhos se concretizou com a primeira edição de Mãos Secas com Apenas Duas Folhas, escrito na época da descoberta psicanalítica e com um protagonista desprezível inspirado no serial killer Albert Fish. Em 2015 foi o ano em que Paula decidiu colocar o livro mais denso, soturno e perturbador que já escreveu a público. Metástase “nasceu” em 2014, após a autora ter ficado uma semana de cama, por um problema grave de saúde, sem saber se sobreviveria. Inspirado no texto Limerence, a história é de uma jovem mulher sequestrada e todos os pensamentos desta mulher em meio ao que passa. Primeiro livro da autora do ponto de vista da vítima, e não do assassino.

Em 2017, Paula iniciou uma parceria com a também escritora Cláudia Lemes e juntas começaram o projeto Parceiras no Crime com um canal no YouTube, o Serial Chicks. Na série, as duas apresentam, discutem e analisam os principais assassinos em série da história, tanto pelo viés histórico e policial, quanto pela ótica da psicanálise.

No segundo semestre de 2017, a dupla expandiu o projeto com uma experiência literária inédita: uma novela escrita em conjunto, quando as duas ainda não se conheciam pessoalmente. Cartas no Corredor da Morte nos coloca dentro das vidas, planos, arrependimentos e crimes de dois serial killers condenados à morte, Steve Gurniak (Paula Febbe) e Johnny Love (Cláudia Lemes). A obra foi lançada em formato físico pela Monomito Editorial em 2019.

Em 2018, Paula foi contratada pela Editora Monomito para lançar a segunda edição do livro “Mão Secas Com Apenas Duas Folhas”.

Ver Mais

Fábio Fernandes

Publicou seu primeiro livro, a coletânea Interface com o Vampiro, em 2000. O primeiro romance foi Os Dias da Peste, publicado originalmente em 2009 e reeditado em ebook em 2017. Publicou ainda cerca de duas dúzias de contos em revistas e antologias nos Estados Unidos, Romênia e Nova Zelândia, além de uma coletânea de contos na Itália em 2016, L’Imitatore. Editou diversas antologias em português, entre elas Vaporpunk 2 (coeditada com Romeu Martins e ganhadora do Prêmio Argos 2015). Teve um podcast de leitura crítica, o Três Páginas, que faz parte da família Anticast, do Ivan Mizanzuk, e que foi um dos grandes responsáveis por desencadear o processo que gerou o Livro de A a Z – publicado pela Monomito Editorial . Em 2019, lançou pela editora Patuá, o romance de ficção científica Back in the USSR.

Ver Mais